domingo, 11 de junho de 2017

Um saco de papel

Desafio Scrap entre Amigas. A regra era seguir o sketch abaixo. Eu adorei esse sketch e até já usei para fazer um outro desafio...



E aí, eu tinha um saco de papel, uma embalagem entregue na Livraria Cultura, que eu achei lindo. Era uma homenagem ao papel Pólen, usado na maioria dos livros e tem um texto e uma ilustração da Alice. Paixonei na hora e fiquei guardando, pq uma hora ia aparecer o momento certo de usar.
Nada mais justo que fosse usado com uma foto do último encontro do Clube de Leitura da editora Autêntica, lá mesmo na livraria Cultura. Fiz muitos novos amigos lá, são pessoas super interessantes que sempre aumentam meu conhecimento em livros e autores.
O papel de base era branco, usei gelatos para dar uma cor e a intenção era deixar numa cor próxima ao papela pólen. Como disse minha amiga Manu, "falhei miseravelmente", pq não ficou nem perto.
Mas, eu amei incondicionalmente o resultado. Usei tb, um carimbo de fundo, como se fosse um texto, pra ficar na mesma vibe,
A "Alice" foi recortada e reaplicada no mesmo lugar com fita banana. Completei com alguns recortes do Kiss Love's Chemistry e de um papel Goodies.
Adorei o resultado geral, pq quando junta scrap com livro não tem como não dar liga.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Desafio Scrapdiary - Dan Marques




Outra que inventa e bota “nóis” para gastar os neurônios, Dan queria, 6 cards 10 x 15 com pelo menos uma foto em um dos lados e que fosse guardado num repositório qualquer, desde que, os dois lados do card pudessem ser vistos.

Então, fiz um flipbook com a lombada sanfonada e miolo de envelope Kraft, adoro Kraft, acho que é assim que nem Kiss, que combina com tudo. O tamanho ficou um pouco maior que 10 x 15, já que os cards deveriam caber nos envelopes. 
Dentro de cada envelope, tchanram...!!  um card decoradinho e com foto, do jeito que a mestra pediu.

Ficou como um mini álbum e aí eu coloquei os highlights da viagem que fiz a NY, em Abril, com amigas do coração.

Ainda aproveitei o envelope, que é liso, pra colocar decoração tb e contar os “causos” que é a parte mais divertida de cada viagem. Não fotografei tudo, pq ficava muito longo o negócio, fica chato.
Aí temos uma visão do mini álbum deitado e em pé, com as ´"páginas" entreabertas, e os 6 cards, frente e verso, pra comprovar que coloquei fotos em todos eles, e fiz decoração dos dois lados. Num dos cards, tem foto dos dois lados pq a história era longa e precisava ser registrada.

Ou seja, virou felicidade de bolso, pq onde chego vou logo mostrando....

 Como a gente diz por aqui, "valeu, o boi, mestra!!"..

domingo, 4 de junho de 2017

Desafio Scrapdiary - Bruna


O da Bruna era um lift de uma scrapper que eu não conhecia, a Flora Monika Farkas. Adorei o trabalho dessa húngara que vive na Eslovênia e tem um toque bem singelo, trabalhando com uma paleta pastel e muitos recortes.
Esse layout é show de bola e eu usei como base, folhas do Kiss Love's Chemistry, pq como já comentei anteriormente, "fundo" vai ficando complicado, pq vc quer recortar td, não quer "perder" nenhum papel, usando como base, então a gente tem que inventar.
Graças a Deus, o Kiss é assim um negócio do outro mundo, pq tudo combina com tudo.
Aí, Loves Chemistry caiu como uma luva no TTR. E tem até card do "Lado bom da vida" que já fazia tempo eu queria usar e não tinha tido oportunidade, agora deu certo.
A Bruna tb disse que quem fizesse um outro lift de um outro trabalho da Monika, ganhava pontos extras.
Aí, eu fiz esse aí abaixo. Não consegui pegar a foto do trabalho dela, no site, pra mostrar aqui.
Aproveitei e fiz esse lance aí com barbante, que eu vi o Rommel dizendo que era "String Art", achei chiquérrimo...
  

Desafio Scrapdiary - Dani Monteiro


O desafio da Dani, tinha que ser um LO 30 x 30, papel base branco com intervenção com tinta e carimbeira, além de transformar um card numa tag e ter jounling.
Então, usei um cardstock branco, passei uma demão de gesso transparente, e usei um stencil com massa de modelar colorida com tinta PVA.
Aí, tem uma moldura branca de papel que aproveitei do convite de casamento de um amigo, onde joguei um stencil de bolinha aplicado em toda a extensão com carimbeira Distress azul jeans e mais um carimbo de seta em preto, pra dar um contraste. Tem uns outros carimbinhos pretos nessa moldura.
Fiz um tapete para a foto, que é 10 x15, usei dois cards como tags e fiz o jounaling na tag com moldura rosa, que tem um mini pregador de madeira enfeitando em cima, tem washi tape chevron preto, e mais recortes do Kiss TTR.
Gostei do resultado, sempre gosto de começar num "branco" que termina com a minha cara. 
Valeu o desafio, Dani.

Desafio Scrapdiary - Nana

 Não vou mentir que o da Nana sempre é o que me dá mais trabalho, pq é sempre uma LIVE, que eu nunca tenho condições de ver, então já perco a pontuação extra e depois tenho que ficar garimpando pra ver o filme e resgatar as regras.
Mas, é sempre simples, Nana parece Coco Chanel para quem menos era mais...
Pouco elementos que ela sugeriu e sempre dá samba.
Peguei alguns dos itens que ela pegou e uns outros que ganharam meu coração, e usei um sketch da Camila Borsoi, que eu gostei bastante.
O papel de base era azul clarinho, mas eu fiz umas intervenções com três tons de azul, usando carimbeira archival, e passando a carimbeira direto no papel, pra ficar assim rústico e com "textura".
A foto é no Central Park lá no Strawberry Fields e aí usei o recorte Believe que tem tudo a ver com a mensagem do John nos tempos atuais.

Desafio Scrapdiary - Megui



MetaDesafio, um desafio dentro do outro..

Aí a lindona da Megui, fez do desafio dela um lift de um LO da minha “ídola” Dan Marques.

Taí o Lo da Dan...


Vcs tão de sacanagem comigo né não ???

Adoro os trabalhos da Megui, a capacidade de colocar muita coisa, com muita cor (adoro cor) e com movimento, sem ficar lotado.. Aí, junta com a curica talentosa que é a Dan, é o céu....

O tema era círculos, para dar movimento e eu usei uma foto do Henrique, meu neto do meio, que deixa meu cérebro em círculos, entende de “movimento” como poucos, está sempre me desafiando e acha que “vovó, vc é muita boa em recortar”... há,há,há
Usei como papeis de base, dois da Oficina do Papel, pq "fundo" aqui é uma dificuldade. Os papeis do Kiss são tão lindos e tão versáteis, que usar um como fundo não tem cabimento. Pelo menos na minha cabeça não entra.

Fiz um círculo maior, com 25 cm de circunferência, coloquei  a foto com tapete e usei os círculos de  um dos printables do Kiss TTR como enfeites.

Fiz bem colorido e com splashes de tinta em homenagem à Megui, e pq representam bem o Henrique na vida de todo mundo lá em casa: alegria, cor, movimento, felicidade. Ainda fiz uma costura, aliás duas, em linha azul e amarela... adoro costura e uso pouco.

Os splashes são feitos com um carimbo, que ganhei há zilênios da Katia Cris...vc trabalha com tinta, sem fazer muita bagunça, pq trabalha com carimbeira.

Simbora neném...

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Fábio Júnior e a metade da laranja - Desafio Scrapdiary - Adliz


Os desafios da menininha Adli(u)z são sempre assim, tiram a gente da zona de conforto e eu adoooooooooro...

Agora ela inventou, o desafio Fábio Júnior, a metade da laranja. Ou seja, usar só uma banda do papel. Tecla SAP : aqui no Ceará, banda é metade,pedaço. E ainda fazer um negócio interativo, chique até o tutano.

Eu já disse antes e vou repetir: se tem uma coisa que funciona nessa vida, assim tão bem como café com leite, queijo com goiabada e arroz com feijão, é a combinação de Kiss. Pode pegar qualquer um, que, de um jeito ou de outro, combinam entre si.

Pois bem, missão dada é missão cumprida: base lisa branca texturizada, fiz tipo um caderno que abre e dentro coloquei duas fotos tamanho 7.5 x 10, de um momento delícia em NY com umas amigas do coração, no ícone LOVE. Só Love, só Love.

Aí tem barras do Kiss TTR, esse papel de bolinha vermelho é do “Life is a Trip” (alô, alô Marcela Branco, saudade de tu), tem recorte do “Love’s Chemistry” .... ou seja tudo junto e misturado e, pra mim, deu mais do que samba, foi tipo assim chiclete com banana...

Ficou tudo a ver, ignorei a aflição de ver o outro lado, limpão, e segurei a mão pra não colocar nem um trisco de nada de enfeite do outro lado, lá em cima e me joguei !!....

Obedientíssima!

Vai uma maçã aí? - Desafio Scrapdiary - Manu



O desafio da minha BFF Manu, era seguir o sketch abaixo e usar dois chips.


 

Se tem uma coisa que funciona nessa vida, assim tão bem como café com leite, queijo com goiabada e arroz com feijão, é a combinação de Kiss. Pode pegar qualquer um, que, de um jeito ou de outro, combinam entre si.

Aí, eu peguei essa foto do Theo que eu amo de paixão, concentradíssimo e lindo, usando seus CINCO (5) dentes para comer ou roer,  uma maçã e usei como base um papel de maçã de um  Kiss antigo, nem lembro o nome, de onde tb é essa fitinha de maçã. Aí, esse vermelho de bolinhas é do Kiss “Life is a Trip”, temos cartões recortados do Kiss novo, o bonitão Ticket to Ride. Os chips são tb desse Kiss antigo, pq tinha tudo a ver com o tema, só usei gelattos para pintá-los, tanto a maçã ao lado título, usando o alfabeto que acompanha o Kiss TTR, como a moldura em volta da foto. Preenchi a frase Life is Good com cola relevo transparente e ainda coloquei essa maçã de feltro que tb veio no Kiss antigo. Maçã pra dar e vender.

E ficou assim....

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Muito amor envolvido




Me diga se não é uma delícia fazer scrap com uma foto ultra, mega, high power, bláster como essa ??

Minha amiga Patrícia Helena, mais feliz que mosquito em manga pôdre, com as 4 netinhas no colo. E olhe que é um momento pra lá de especial, pq duas delas moram na Inglaterra, então, reunir todo mundo é uma operação de guerra.

É a primeira vez que uso esse formato 23 x 43 e achei muito legal, pq, literalmente e sem trocadilhos, saiu do quadrado, normalmente utilizado nos quadrinhos.

Aí, usei o sketch da SEA (abaixo),  para participar do Desafio de Maio.


E todo o material que usei pra fazer essa página, veio na maravilhosa caixa de fofurices que comprei na JujuScrapbook....papeis Simple Stories (amo essa marca), recortinhos de madeira, lindos de viver, mini tags de canvas, adesivos, botão.... a única coisa que coloquei do meu acervo pessoal, foram as flores Recollection, pq queria usar uma flor menor e a da caixa era grande, tenho outros planos para ela....
Mais detalhes ...




O legal é que esse papel amarelo que é de barras, já tinha um doillie gravado nele...eu só usei uma metade em cima, no papel rosa, para completar...

Bem, a avó das meninas gostou e eu gostei tb.

Simples, mas com muito amor envolvido.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Um dia qualquer....



Para o desafio #62 do Scrap entre Amigas, fiz esse projeto com uma foto bem legal de um momento delicinha, entre amigos.
A regra era seguir o sketch abaixo, e dessa vez, eu segui até o combo de cores, pq achei muito bonito.
O kit de papeis BoBunny,coleção Love And Lace, do Atelier Patricia Veras, caiu como uma luva.


Usei esse vinho, mais liso, como base e recortes de mais dois papeis da mesma coleção, frente e verso.
Os papeis são tão ricos que geram muitas opções de cortes e recortes. Esse doillie é um recorte e o tapete externo da foto é um card.
Pra dar uma quebrada nas cores mais escuras, tem um cardstock na cor Areia, como tapete interno da foto, e como barra..
Aí tem um título cortado a laser, tb do Atelier Patrícia Veras, “Um dia qualquer”, que eu usei cru do jeito que foi cortado, pq achei bonito assim e achei que ficava bem na composição.
Flores Prima, que sempre cabem em qq lugar, com uma bailarina na cor Cobre, mais rústica.
Tem um aplique de swarosvki, pq “gente é pra brilhar”, e umas carimbadas bem sutis de bolinhas marrons nos cantos superior direito e inferior esquerdo.
Na mini moldura embaixo, o motivo da felicidade...
                  Num dia qualquer...
                  um café,
                  um cuscuz,
                  amigos fiéis,
                  e a gente
                  comemora
                  a vida!!

domingo, 19 de março de 2017

Monocromático



Um desafio diferente do Scrap Guys..
Fazer todo o LO, usando uma só cor e suas nuances. Mas, o branco é permitido.
Esse projeto, um enfeite de porta "automobilístico", foi encomenda de um amigo que queria presentear um amigo dele que ia ser pai de uma menina. Esse amigo-pai é fissurado em carros, e o meu amigo queria fazer uma graça...
Tudo o que encontrei no tema "carros" era muito masculino, voltado para os meninos.
Aí, pensei em alguma coisa tipo a Penélope Charmosa, em rosa mesmo, mas tb, queria fazer uma coisa bem diferente, sair da mesmice.
Tudo se resolveu quando vi no Facebook, um trabalho da talentosa Flávia Gaiguer, onde ela usou uma calota de carro pra fazer um enfeite. Bingo !! era isso que eu queria.
Comprei uma calota numa borracharia e pedi ao meu filho que pintasse com tinta spray. Foi uma demão de primer e uma de rosa "Penélope"...
Aí, foi só juntar muitas camadas de papel em vários tons de rosa.
Tem papel vergê 180 gr com emboss, tem papel ScrapDiary, tem papel TEC, tem roseta, flores e borboletas recortadas na Sizzix, canudo de papel, bailarina normal e gigante, corda de ráfia, palavra recortada na Silhouette, mini pregador, binder decorado, twine, recortes de flores a laser, flores Prima....
Ou seja, uma mistura de muita coisa fofa...
Eu gostei bastante do resultado e espero que o pai da Júlia tb...

domingo, 12 de março de 2017

"Vida é fazer todo sonho brilhar, ser feliz...."



Lá "se vamos" nós, em mais um desafio.
A regra era seguir o sketch abaixo.


Usei um papel de base mais neutro em tons verde água e vários tapetes em tons próximos. Esse papel aí quadriculado, que eu achei lindo, o verso é só de barrinhas e aí usei algumas delas para dar uma acendida no projeto todo. Algumas carimbadas aleatórias com esse carimbo de bolinha que eu gosto muito. Usei uma carimbeira marrom. Esse coração gigante é de papelão e eu só cobri com um cardstock verde água da TEC e passei a carimbeira marrom nas bordas. A foto foi tirada num dos últimos eventos de scrap no Atelier Patricia Veras, quando finalizamos o projeto. Fizemos um brinde com um prosecco bem geladinho, que ninguém é de ferro e a vida é isso, pra ser feliz e valorizar cada pequeno momento.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Desafio, lá vamos nós de novo...



O primeiro desafio do ano é para o Scrap entre amigas.
A regra é seguir o sketch lançado em Dez/2016, abaixo...


Esse foi o primeiro projeto que eu fiz usando o Theo como modelo, uma falha imperdoável, pq o rapaz já tem 7 meses.
Mas, vamos lá...usei um papel de base MME, coleção Lost & Found, o tapete de listra é da mesma coleção, sóq eu no tamanho 15 x 15, ai tem um recorte de coração scaloppado feito na silhouette, um doillie, carimbo Goodies, cards e recortes..
O título é "Õ churrasco", pq foi a primeira vez do Theo com uma costelinha de porco e uma coxinha da asa, ambas devidamente degustadas, pra ele só ficar no chupa chupa.
Ele amou, conforme se pode ver pelo entusiasmo com que ele segura as coisas.
Esse foi o primeiro de uma série, assim espero.
 

Começar de Novo - Semeando Leituras 2017


Olha eu aqui de novo, depois de longo e tenebroso inverno. Consegui comprar um note book e aí meu problema se resolveu. Postar do celular é meio chato, me tira do sério.

Pois bem, vamos lá..

O ano começou e os planos fervilham na cabeça. Novo projeto de Leitura, até pq em time que está ganhando não se mexe. Agora em 2017, o nome é Semeando Leituras, são 30 metas definidas, o que dá, um pouco menos de 3 livros por mês, e vamos combinar que isso é uma meta totalmente factível.

O registro é bem simples, basta o nome do livro, autor, uma pequena resenha e a nota que eu dei. Estou usando o planner que comprei no Atelier Patricia Veras para fazer isso. Eu gosto de transgredir um pouco, não sou disciplinada a ponto de usar um planner como se deve, mas o produto é lindo e nada mais justo que usá-lo para “planejar” minhas leituras, coisa que faz parte da minha rotina e do meu dia a dia. E faz o planejamento ficar lindo. Próxima postagem trago ele aqui pra compartilhar com vcs.

Correndo em paralelo, estou no projeto #52em52. Ano passado não consegui, só li 46, mas esse ano vou de novo e vai dar certo, tenho fé.

O diferencial desse ano é que estabeleci como minha premissa básica e principal, que eu tinha que ler os livros que estavam na minha estante, não lidos, alguns, desde tempos imemoriais. E que só seria permitido comprar um livro novo, quando tivesse lido pelo menos 3 desses. Comprar, comprar, comprar, sem ler, é um buraco sem fundo, uma coisa desgastante, a gente tem q ser menos consumista e mais consciente, tratar melhor o nosso planetinha.

Então, consegui encaixar um livro meu em quase todas as metas. O que não consegui, procurei na biblioteca do banco ou pedi emprestado. Ou seja, a regra está sendo cumprida a risca.

Ainda tem meta com mais de um livro, por motivos variados, geralmente eu tinha dois que se encaixavam, e é um tema que eu gosto,  ou apareceu uma novidade que eu consegui sem comprar, não vou perder a “chancha”...

Aí, ficou assim, “A lista de Jaryna”....

01.   Indicado por uma amiga – A Lu, administradora do grupo, sorteou duplas e nós vamos conversar e  trocar ideias e vamos uma indicar um livro para a outra. Não resolvemos ainda e a minha dupla é Analu Hofmann, de Curitiba. 

02.   Livro com magia à As Brumas de Avalon, livro IV, “O prisioneiro da árvore”, Marion Zimmer Bradley

03.   Série que começamos e não terminamos à A cidade dos Espelhos, último livro da trilogia “A Passagem”, Justin Cronin

04.   Começar séria nova à Álbum de Casamento, Nora Roberts, ganhei o box de 4 livros de presente de amigo secreto, no Natal.

05.   Que deu origem à série de TV à Sessão de Terapia, Jacqueline Vargas

06.   Acontece em algum lugar que gostaria de conhecer à Ruínas do Tempo, Jess Walter

07.   Com número no título à Dois irmãos, Milton Hatoum  e Seis Anos Depois, Harlan Coben

08.   Título com apenas uma palavra à Vitória, Joseph Conrad

09.   Seres Fantásticos (mitologia) à ainda não escolhi, tô empurrando com a barriga pq não gosto... vou ver o que os ventos me trazem...

10.   Uma biografia à Amy Winehouse, Chas Newken-Burden

11.   Adaptado para o cinema e eu ainda não vi à Quarto, Emma Donoghue

12.   Releitura à Os Catadores de Concha, Rosamunde Pilcher

13.   Ambientado no Futuro à Eu, Robô, Isaac Asimov

14.   Publicado em 2017 à Escândalos na Primavera, Lisa Kleypas

15.   Autor que nunca leu à Cavalo de lata, Janice Steinberg

16.   Que se passa no séc XIX à Mulheres de Cinza, Mia Couto

17.   Comida no título à Melancia, Marian Keyes

18.   Nome próprio no título à Mary Poppins, P.J.Travers

19.   Na estante há mais de 5 anos à Flores raras e banalíssimas, Carmem Oliveira

20.   Com a capa preta à Estrelas Perdidas, Cláudia Gray  e S à J.J.Abrams

21.   Rosto de pessoa na capa à Todos os contos, Clarice Lispector

22.   Animal na capa à Absurdamente Feliz, Jenny Lawson

23.   Escolhido pela capa à A garota italiana, Lucinda Riley

24.   Autor que leu e não gostou à À primeira vista, Nicholas Sparks

25.   Publicado no ano que vc nasceu à Laços de família, Clarice Lispector

26.   Com menos de 150 páginas à As pontes de Madison, Robert James Waller

27.   Que se passa durante uma guerra à O Bangalô, Sarah Jio   e O Rouxinol à Kristin Hannah

28.   História envolvendo monarquia à A Rainha Vermelha, Victoria Aveyard

29.   Que se passa durante a ditadura à Ainda estou aqui, Marcelo Rubens Paiva

30.   Ambientado na idade média (medieval) à Outlander (A libélula no âmbar), Diana Gabaldon

Legenda

Verde à livro meu

Laranja à da biblioteca

Azul  à emprestado

Rosa à PDF

 Simbora neném, que o tempo "ruge"  e o sol já vai alto.