segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Hygge... que danado é isso ??


A palavra é estranha e se pronuncia [Hoo-ga].
É uma palavra dinamarquesa que não tem uma tradução literal, é sobre uma filosofia de vida, onde vc procura ter felicidade, com uma qualidade de vida melhor, priorizando coisas simples, do dia a dia e rotineira. Aprendi com as meninas do Scrapdiary, pq o evento de Abril, o Scrap2gether, vai ter o hygge como tema dos projetos que faremos.
Minha ansiedade já está elevada à quinta potência, não vejo a hora de ver e ouvir, de trocar experiência, de conhecer as pessoas....

Como diz a música da Kell Smith. "... E entender que ela (a felicidade) mora no caminho e não no final...."
Então, a felicidade é uma construção diária, feito de coisas pequenas, a cada dia.

E com o hygge, a gente aprende a olhar com outros olhos, ouvir com outros ouvidos, por mais clichê que isso possa parecer, para encontrar, nos detalhes, uma grande alegria.


Hygge é levantar de manhã, com calma e tranquilidade, e se espreguiçar com vontade, alongando todos os músculos que estavam em repouso.
Hygge, é um café recém coado, e um pão quentinho na chapa, saboreado ao lado de quem realmente faz diferença na sua vida.
Hygge, é falar que "ouviu falar" nessa filosofia, que vai ser o tema do evento que vc vai participar e, de repente, recebe uma mensagem de uma amiga, "comprei um livro que fala sobre hygge para vc, chega na próxima semana, depois me conta o que achou..."
Hygge, é encontrar os amigos com frequência, dividindo com eles uma taça de vinho, uma cerveja, ou mesmo um prosaico copo dágua, ouvindo, de verdade, o que eles tem a dizer, olhando nos olhos e percebendo as menores reações...
Hygge é encontrar com os amigos e ter certeza que eles estão te ouvindo e te vendo, de verdade, com o coração...
Hygge, é receber na porta um cristãozinho de 75 centímetros de altura, contando uma história na língua dos minions, onde a única palavra que vc entende é "bobó....."...
Hygge, é atender uma ligação que diz, "oi mãe, tudo bem com a senhora ?? saudade..."
Hygge, é receber uma mensagem pelo whatsapp assim "irmã, compra pão, que o jantar hoje é sopa de feijão..."
Hygge é entrar na livraria e ver a placa de 80% de desconto em todos os lançamentos...
Hygge é planejar uma viagem com bastante antecedencia para poder curtir o antes com muita emoção....
Hygge, é juntar papeis, fotos, tesoura, cola, agulha e linha e fazer uma página de scrap com fotos de um almoço em família....
Hygge, é acordar com chuva na janela, mesmo que vc tenha que levantar cedo pra ir trabalhar....   
E agora, temos o Desafio Hygge, onde durante 24 dias deveremos postar no instagram, uma foto diária... ou seja, o que era bom, só melhora....

Vamos procurar o hygge ali no seu quintal, no seu jardim, ao seu redor...
Poderia ser mais hygge que isso ???? 
"Meu cálice transborda..."

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Mais uma de Natal

Mais um LO para o desafio de Dezembro da Scrap entre Amigas, baseado no sketch abaixo
Com o Kiss de Dezembro da Scrapdiary a gente fez a festa.
Papel de base com carimbo de texto em dourado, muitos recortes com fita banana e aí é correr pro abraço.


segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Solar...


Seguindo a inspiração da Bi Medeiros,aproveitei sobras de papel pra fazer esse LO, cheio de energia solar.
Como a imagem do sol é bem forte, fiquei nos tons de amarelo.
E aí, tem recorte de mdf a laser sem pintura nenhuma, washi tape, botões,  uns recortes de papel e carimbos.
Estou exercitando  o journaling sempre escrito a mão e aqui coloquei na lateral esquerda do LO.
Simples e belo.


domingo, 7 de janeiro de 2018

Maratona Scrapdiary - Desafio da Manu

 O desafio da Manu, considerei o mais dificil, pq tinha que ter, além de uma intervenção manual qualquer,  um lettering e eu sou péssima em lettering.
Mas, quando Manu quer, Manu tem. Então vamos lá.
Usei como base um papel que imita madeira, clarinho. Aí, aproveitei um chipboard grande em forma de chave, e risquei uma moldurona no papel, com a caneta Tombow.
Preenchi essa moldura com técnicas de Zentangle que aprendi no atelier Patricia Veras, usando canetas Uni Pin, 03 e 05, pretas.  Fiz um lettering pequenino com a canetinha 05, só pra cumprir a "orde" da chefa... :):)
Aí, foi colocar a foto que ela pediu, com quem não podia faltar no meu Natal. Essa galera aí, não pode faltar nem no Natal, nem no Carnaval, nem na Semana Santa, nem no Reveillon, nem nunca.
Faltaram o Hugo, meu genro, que estava batendo a foto, pq eu não queria selfie, e o Theo que estava dormindo depois de tomar uma mamadeira plus.
Aí, foi encher de recortes desse Kiss que é um tesouro.
Aqui, mais uns detalhes da "obra"...

Maratona Scrapdiary - Desafio da Nana

O Desafio da Nana era fazer uma árvore de Natal só com as tirinhas das páginas.
Uma proposta bem legal, em tempos de crise o bom é reaproveitar e reciclar.
Usei o molde de árvore que a Adliz disponibilizou no desafio da dela e preenchi com as tirinhas.
Depois contornei tudo com a canetinha Tombow e colei umas lantejoulas, aleatoriamente.
Os dois chips pintei com a carimbeira Archival.

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Maratona Scrapdiary - Desafio Dani Monteiro



Regra: que tenha um journaling aparente e escrito a mão.
Aqui usei o sketch (abaixo)  do Scrap entre Amigas e estou participando de dois desafios.

A foto é do Miguel e Henrique de carona no carrinho do Papai Noel, tirada mês passado, num shopping aqui de Fortaleza.
A base é um cardstock bege. Aí, eu fiz uma moldura com canetinha imitando uma costura, ao redor de todo o papel, só pra dar uma quebrada nesse chapado e um charme.

A foto, no tamanho 10 x 15, tem tapete de  papel verde com bolinhas brancas, usei várias bordinhas de tira, um doilly vermelho, um card e mais alguns recortes do Kiss Xtmas Wonderland. 

Maratona Scrapdiary - Desafio da Dani


Regra: que tenha um journaling aparente e escrito a mão.
Aqui usei o sketch (abaixo)  do Scrap entre Amigas e estou participando de dois desafios.

A foto é do Miguel e Henrique de carona no carrinho do Papai Noel, tirada mês passado, num shopping aqui de Fortaleza.
A base é um cardstock cor de açafrão, com alguns poucos toques de preto. Aí, eu fiz uma moldura com canetinha imitando uma costura, ao redor de todo o papel, só pra dar uma quebrada e uma charme.

A foto tem tapete de  papel verde com bolinhas brancas, usei várias bordinhas de tira, um doilly vermelho, um card e mais alguns recortes. 
E escrevi com a mesma canetinha usada pra contornar a moldura. "Carona no carrinho do Papai Noel".